quarta-feira, junho 21, 2006

Granizo destrói Douro vinhateiro



O granizo que caíu na passada semana destruíu 1700 hectares de vinha e vários caminhos agrícolas em 17 freguesias do Douro.
As localidades mais afectadas foram o Pinhão - Alijó, Ervedosa do Douro - São João da Pesqueira, Sabrosa e Tabuaço.
O Presidente da Casa do Douro, Manuel António Santos, disse à agência Lusa que se registaram "prejuízos de grande monta" nas vinhas de algumas freguesias Durienses, cuja produção é maioritariamente destinada a vinho do Porto, resultantes da queda de granizo.
Adérito Figueira, vice-presidente da Câmara de Alijó, narrou que a queda de granizo "com bastante intensidade", provocou prejuízos "avultados" em grande parte das vinhas da freguesia do Pinhão. O responsável realçou ainda a queda de socalcos, os caminhos agrícolas obstruídos e acrescentou que a autarquia já colocou no terreno máquinas para limpar as estradas e os caminhos onde se registaram deslizamentos de terras.
Fontes:

sábado, junho 10, 2006

Rock in Rio volta a Lisboa em 2008

O festival de música Rock in Rio regressa a Lisboa em 2008, anunciou recentemente o mentor do evento Roberto Medina.
Segundo Medina a volta deste evento a Lisboa justifica-se pelo elevado número de visitantes presentes na edição deste ano e pelo dinamismo empresarial gerado. “ Ao transmitirmos o festival para mais de 60 países, estamos também a mostrar o país e essa imagem pode trazer benefício turístico e também beneficio das marcas”, referiu.
A organização acrescenta que o evento “estimula o consumo” e dá “um incentivo económico injectado às empresas”.
A terceira edição do festival de música está prevista para os dias 30 e 31 de Maio e 6, 7 e 8 de Junho e conta com o apoio,já garantido, do Milenium –BCP e da Vodafone.

Fonte:Lusa



sexta-feira, junho 09, 2006

Governo apresenta medidas para superar dificuldades a Matemática


A escola do segundo e terceiro ciclos vão ter autonomia para contratar professores de Matemática. A medida será apresentada hoje pela ministra da Educação. A nova lei surge como tentativa de melhorar os resultados à disciplina.
Ao abrigo do novo plano, cada agrupamento de escolas define a sua própria estratégia com autonomia, tendo liberdade para aumentar a carga horária da disciplina, criar equipas de dois professores por turma ou constituir equipas multidisciplinares de docentes para realizar actividades de apoio à Matemática nas áreas não curriculares, como é o caso do estudo acompanhado.
Com o novo plano, os estabelecimentos de ensino poderão adquirir material didáctico ou software específico e melhorar ou criar espaços laboratoriais, tendo como bade o apoio financeiro da tutela.
Para se candidatarem às verbas, as escolas têm de apresentar um plano onde constem os resultados alcançados pelos alunos no ano lectivo anterior, a identificação das causas que influenciaram negativamente as notas e ainda as estratégias de melhoria das aprendizagens, bem como uma estimativa dos custos do projecto.
O plano será avaliado por uma comissão nomeada para o efeito e, caso seja aceite, a escola estabelece um contrato-programa com o Ministério, onde ficam definidas as metas a atingir e os apoios concedidos pela tutela.
Em cada escola haverá, então, um docente nomeado pelo GAVE, Gabinete de Avaliação Educacional, que ficará responsável pelo acompanhamento do projecto.
A Matemática foi e será a maior “dor de cabeça” dos alunos portugueses, cujos resultados são dos mais baixos da União Europeia.


Fontes:
SIC online

Vagas de acesso ao Ensino Superior não aumentam

As Universidades e os Politécnicos concordam com a proposta do Ministério do Ensino Superior de não abrir mais vagas de acesso para o próximo ano lectivo, uma vez que o número de candidatos está a diminuir.
Luciano Almeida, presidente do Conselho Coordenador dos Institutos Superiores Politécnicos, salientou que “nos últimos quatro anos, não houve acréscimo do número de vagas. As pequenas variações que se verificam anualmente resultam das excepções, como vai acontecer este ano com medicina e enfermagem”, cursos que vão registar um aumento de vagas.
O Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior apresentou um projecto de despacho às Universidades e Politécnicos, que visa o congelamento de acesso das vagas para o ano lectivo de 2006/2007, com excepção para medicina e enfermagem, cursos onde podem abrir mais dez por cento de vagas.
No entanto, Luciano Almeida considera não se tratar de congelamento de vagas, “poque ao ser fixado um número igual ao do ano passado está a ser fixado um número que no ano anterior não foi preenchido”.
Em 2005/2006, cerca de nove mil das 47 mil vagas disponibilizadas pela tutela ficaram por preencher.
“Sendo prevista a diminuição do número de candidatos, não há qualquer problema, porque na realidade o número de vagas é cada vez maior para o número de candidatos, que diminui”, sublinhou o presidente do CCISP.
Luciano Almeida considera também importante “manter os numerus clausus, para impedir a desertificação do interior do país e, assim, manter um equilíbrio”.

Fontes:
SIC online

sexta-feira, junho 02, 2006

Fenprof pede demissão da ministra da educação


A Federação Nacional de Professores (Fenprof) pediu ontem, durante uma reunião extraordinária do conselho nacional do sindicato, a demissão da Ministra da Educação, Maria de Lurdes Rodrigues.

O secretário-geral da Fenprof, Paulo Sucena, afirmou que a ministra tem vindo a desenvolver uma “doentia cruzada contra os professores”, citando várias intervenções públicas da ministra, em que esta teria, alegadamente, questionado o empenho dos docentes. Paulo Sucena referiu ainda que "Os professores e educadores estão fartos dos descontrolados impulsos persecutórios da ministra da Educação de Portugal e não suportam mais o seu olhar de medusa",

Durante esta reunião, a Fenprof anunciou que pretende fazer uma greve de um dia, em data ainda definir, prometendo fazer um esforço para evitar que a paralisação coincida com as datas dos exames nacionais do ensino secundário e do básico, que se iniciam no próximo dia 19.

Paulo Sucena referiu também o descontentamento dos professores face à proposta do Ministério da Educação para o novo Estatuto da Carreira de Docente, referindo que se trata de uma “subversão total da imagem do sistema educativo”.
O secretário-geral da Fenprof prometeu “negociar até ao limite” este novo estatuto, apesar de ter anunciado um conjunto de acções de luta que coincidem com o dia do mundial professor, a 5 de Outubro.

Fonte: Diário de Noticias
Foto: Diário de Noticias

segunda-feira, maio 29, 2006

Rui Costa no Benfica



Doze anos depois da sua saída para a Fiorentina, o médio Rui Costa foi apresentado na passada quinta feira no Estádio da Luz, como o primeiro reforço do Benfica para a temporada 2006/2007.
Recebido por cerca de três mil adeptos eufóricos, o jogador não conteve a emoção e em declarações à imprensa afirmou estar contente e satisfeito. “Este é um dos dias mais felizes da minha vida”, revelou.
Depois da rescisão amigável com o AC Milan,o atleta assinou contrato com o clube da Luz sem conhecimento do ordenado que iria auferir. “ O dinheiro é importante mas existem prioridades” e a sua passava por jogar no Benfica e pagar a “dívida pelo amor” que o clube lhe deu, realçou o jogador.
Rui Costa assinou por uma época, com outra de opção, declarando que “ jamais entraria nesta casa se sentisse que não estava em condições de o fazer”.


Fontes:
Jornal de Noticias
Diário de Noticias

segunda-feira, maio 15, 2006

Hospital de S. João troca bebés

O Hospital de S. João no Porto, já assumiu a troca de recém-nascidos ocorrida na passada quinta-feira.
A unidade hospitalar do Porto encontra-se a analisar o caso de eventual negligência que culminou na troca de dois bebés.
Segundo Nuno Montenegro, chefe do serviço de obstetrícia do J. João, a situação está a ser alvo de uma "profunda averiguação".
"É difícil explicar o que se terá passado, mas certamente que nos próximos dias o caso ficará esclarecido", disse ao JN.
O responsável sublinha que o hospital tem regras rígidas de segurança e câmaras de vigilância no interior e exterior das salas.
Um dos bebés chegou a ser entregue aos progenitores errados. A denúncia do caso foi feita pelo pai de uma das crinaças directamente ao hospital, depois de se ter apercebido durante a primeira muda de fraldas, que lhe tinham entregue uma criança de sexo diferente.
Depois da revelação a troca foi desfeita no mesmo dia por iniciativa do próprio hospital.
Fontes

Apreensão de mercadoria contrafeita


O grupo fiscal do porto da GNR(Guarda Nacional Republicana) apreendeu na passada sexta-feira em Guimarães e Barcelos mercadoria contrafeita no valor de 100 mil euros.

As autoridades na primeira acção fiscalizaram as instalações de uma empresa da zona de Guimarães e apreenderam 2550 pares de calçado e vários acessórios da industria de calçado no valor de 80 mil euros.
A empresa falsificava marcas como "Timberland", "Puma", "Lacoste", "Burberry" e " Cristian Dior".

A segunda acção visou um vendedor ambulante, num dos acessos à feira de Barcelos. Da operação resultou a apreensão de mais de três centenas de pólos das marcas "Lacoste", "Ralph Lauren", "Gant" e "Timberland" e semelhante quantidade de t-shirts da "Lacoste", "Adidas" e "Nike", num total de 20 mil euros.

Fontes
JN

Milagre de Fátima em filme britânico

Foi apresentado ontem, no último dia da Peregrinação Aniversaria ao Santuário de Fátima, o filme britânico “O dia em que o sol dançou”, alusivo ao último fenómeno das Aparições, o Milagre do Sol.

O filme, produzido pela 13th days film, com realização dos ingleses Ian e Dominic Higgins, conta com a participação de actores e crianças portuguesas e desenrola-se sobre o pano de fundo das paisagens de Fátima.

Tendo como fio condutor a perspectiva das crianças, o filme baseia-se nos escritos deixados pela Irmã Lúcia e aborda ainda a terceira parte do Segredo de Fátima que, de acordo com as revelações feitas oficialmente em 2000, se refere ao atentado contra a vida do Papa João Paulo II.

Para recriar as visões dos três pastorinhos, e especialmente o momento do Milagre do Sol, foram usados os “efeitos digitais mais avançados”, refere a produtora.
Impressionados com a história de fé dos três pastorinhos, os produtores afirmam que apostaram neste projecto pela sua “paixão por Fátima” , considerando que esta "historia de fé e crença deve ser promovida para combater o cepticismo actual”.


Fonte: Portugal Diário
Mais informações em : http://www.thedaythesundanced.com/


Notícias da BBC favoreceram Israel

Um estudo concluiu que a emissora pública do Reino Unido BBC favoreceu, na sua cobertura jornalística, o lado israelita em detrimento do lado palestiniano. O estudo tem como objectivo avaliar e vigiar o desempenho da estação britânica e é destinado ao seu Conselho de Governadores.
Divulgado pelo jornal The Times, o estudo, adiantou ainda que a morte de israelitas teve maior destaque do que a dos palestinianos. Este resultado surpreendeu a própria BBC, que costuma ser acusada de fazer notícias anti-Israel.
A investigação, conduzida pelo presidente do Conselho para a Compreensão entre árabes e britânicos, Quentin Thomas, englobou os períodos compreendidos entre Agosto de 2005 e Janeiro de 2006, onde se verificou, segundo dados oficiais, a morte de 98 palestinianos e 23 israelitas.
Os resultados da pesquisa mostram que só “uma pequena percentagem das mortes palestinianas foram referidas nos noticiários da BBC", ao passo que “a morte de mais do que um israelita, por disparos, atentados palestinianos variados, chegou a ser noticiado em programas nacionais”.
Também as notícias sobre as dificuldades do dia-a-dia na Palestina tiveram menos destaque e relevância. O estudo constatou que a emissora britânica “não apresentou adequadamente a disparidade da experiência entre israelitas e palestinianos, que reflecte o facto de que um lado estar em controlo e o outro viver sob uma ocupação”.
A correspondente da estação pública no Médio Oriente, Orla Guerin, também foi avaliada mas o relatório apenas destaca a imparcialidade nas suas reportagens.

Fonte: Jornal de Notícias

domingo, maio 14, 2006

O risco dos directos


O risco dos debates em directo voltou a ser levantado na sequência do episódio que ocorreu no "Opinião Pública" da Sic notícias.
A jornalista Marta Atalaya, na passada quarta-feira, foi alvo de declarações insultuosas por parte de um interveniente, em pleno directo. O que levou a estação a instaurar um processo judicial contra o ouvinte.
A apresentadora conduzia um debate em torno do rendimento de Inserção Social, quando o primeiro telespectador no ar declara "Era para dizer que a senhora é boa como o milho e se eu posso bater uma p****** enquanto a senhora fala ao telefone".
Ricardo Costa, director do canal, não quis pronunciar-se sobre a ocorrência, sublinhando que a questão vai ser "resolvida judicialmente".
A propósito dos forúns, o director de informação da Antena 1, João Barreiros afirma ao DN que "Acabar com eles por medo do imprevisto seria profundamente negativo", já Cintra Torres, critico de televisão, defende que a preparação do jornalista e dos técnicos pode travar casos como este e o possivel risco de embaraço.
Surprendida Marta Atalaya manteve a calma continuando a emissão normalmente.

Fontes
Diário de Notícias

Parlamento Europeu quer afastar Irão do Mundial de 2006


Vários deputados do Parlamento Europeu vão pedir, na próxima segunda-feira, o apoio dos líderes políticos da União Europeia para o envio de uma carta ao presidente da FIFA, Sepp Blatter, a exigir que a selecção do Irão, adversária de Portugal na primeira fase, seja excluída do Campeonato de Futebol do Mundo, a acontecer a menos de um mês na Alemanha.
Os deputados europeus argumentam que a causa para o envio desta carta está nas polémicas declarações do presidente iraniano, Mahmoud Ahmadinejad, que negou o Holocausto e apelou à extinção de Israel, e na inflexibilidade do Irão em abandonar a actividade nuclear.
A FIFA já se pronunciou e não pretende excluir o Irão do Mundial. No entanto, os deputados do Parlamento Europeu acreditam que podem fazer com que a entidade mude de opinião.
«Temos vários apoios e vamos agora pedir aos nossos governos e oposição para pedir que nos acompanhem. Há precedentes nesta matéria, como a África do Sul no cricket e no râguebi, portanto a FIFA precisa de fazer o mesmo», afirmou o membro do Partido Conservador britânico, Chris Heaton-Harris, à Agência Reuters.
Os deputados do Parlamento Europeu querem que a selecção do Barhain ocupe o lugar do Irão.
A Chanceler alemã, Angela Merkel, que também criticou as declarações do presidente Ahmadinejad, rejeitou qualquer possibilidade de afastamento da selecção iraniana do Mundial de futebol.

Fontes:
Rádio Renascença
Mais Futebol

Henry Kissinger

“Ocupação militar do Irão seria um pesadelo”

O antigo secretário de Estado da América, Henry Kissinger, avisou anteontem, em Lisboa, numa conferência organizada pelo Diário Digital e apoiada pelo grupo Portugal Telecom, que a “ocupação militar do Irão seria uma pesadelo”. Para Kissinger a estratégia norte-americana deve passar pela negociação com os iranianos de forma evitar-se a proliferação de armas nucleares.
“O essencial não é derrubar o Governo iraniano pela força militar”, mas “evitar que as armas nucleares se tornem numa ameaça para a Humanidade”, explicou.
Durante a conferência, o antigo secretário de Estado admitiu que o presidente iraniano, Mahmoud Ahmadinejad, tem razão em não querer ficar de fora da nova tecnologia dominante, que é o enriquecimento de urânio. Para evitar que o Irão construa armas atómicas, Kissinger sugere que as propostas da Rússia ou de qualquer outro tipo de “unidade internacional de enriquecimento” de urânio sejam aceites.
“Se não formos bem sucedidos teremos de viver [num local] onde uma bomba pode rebentar a todo o momento”, afirmou Kissinger.
Quanto ao regresso à aliança estratégica entre o Irão e os EUA, Kissinger insinuou que o este foi, no passado, um forte aliado dos americanos no Médio Oriente e que um retorno a essa mesma ligação só traria vantagens.

Para mais informações sobre o Irão e a questão nuclear clique aqui.

Fonte: Diário de Notícias
Fotografia: Ehsandiary