sábado, novembro 26, 2005

António Correia de Campos pretende alterar a lei da transplantação


Foi durante a sessão comemorativa do 555º transplante hepático no Hospital Curry Cabral, que o ministro da Saúde, António Correia de Campos, anunciou que vai alterar a lei da transplantação. Esta alteração permitirá a doação de órgãos entre cônjuges e o transplante com dador vivo.
António Correia de Campos revelou que o processo de alteração da lei será uma realidade quando houver um consenso na matéria.
Também o Presidente da Sociedade Portuguesa de Transplantes, Domingos Machado, solicitou à Assembleia da República a alteração da legislação relativa ao transplante de órgãos.
Domingos Machado entende que esta alteração deve permitir que a doação de órgãos vá além dos familiares em 3º grau, permitindo a doação entre cônjuges, e defina mecanismos de controlo e punição do tráfico de órgãos.
Esta alteração vai ainda possibilitar a doação com dador vivo, intervenção esta que o Hospital Curry Cabral, em Lisboa, se prepara para iniciar, uma vez que até agora, só o Hospital de Coimbra o fez, embora a nível pediátrico.

Fontes:
Público

sexta-feira, novembro 25, 2005

O empate com sabor a derrota


O Vitória de Guimarães complicou a sua situação no Grupo H da taça UEFA, ao ceder um empate a um golo, na recepção ao Bolton Wanderers FC.
Ciente da necessidade de conquistar os três pontos, o Vitória de Guimarães entrou determinado, dificultando a vida à equipa visitante que não conseguia travar os anfitriões.
Contudo, a formação de Jaime Pacheco não conseguiu manter o mesmo ritmo do inicio do jogo e não ganhou para o susto aos 32’, quando Kevin Nolan rematou, fazendo a bola rasar o poste.
Já no início da segunda parte (56’), o Vitória de Guimarães esteve perto de marcar por intermédio de Neca. No entanto é aos 84’ que o ponta-de-lança polaco Saganovski põe em vantagem a equipa vimarenese. A desilusão chega, entretanto, aos 86’, quando o avançado português do Bolton, Ricardo Vaz Té, bate Paiva, empatando o marcador.
Este resultado permitiu, ainda assim, ao Guimarães deixar o último lugar do agrupamento, embora em igualdade, a um ponto, com o Besiktas.


Fontes:
UEFA

Crimes conjugais em observatório


Desde Novembro do ano passado 39 mulheres foram assassinadas às mãos de actuais ou ex companheiros e 46 foram vítimas de tentativa de homicídio. Estes números foram revelados pela União de Mulheres Alternativa e Resposta (UMAR) que vai apresentar, na próxima segunda-feira, o Observatório de Mulheres Assassinadas. Este projecto, que será apresentado numa acção de rua no Porto e em Lisboa, tem também como objectivo assinalar o Dia Internacional para a Eliminação de todas as Formas de Violência contra Mulheres, que hoje se comemora.

A UMAR pretende chamar a atenção para a necessidade de criação de políticas e recursos apropriados para o combate deste tipo de crimes e para a protecção das mulheres vítimas de violência, até porque, dos casos apresentados, 24 mulheres tinham já saído de casa ou abandonado os seus parceiros.

Segundo a GNR, PSP e a Associação Portuguesa de Apoio à Vítima (APAV), o número de queixas de violência doméstica aumentou este ano cerca de 6%. Apesar das mulheres continuarem a ser as principais vítimas deste tipo de crime, os casos em que os elementos do sexo feminino são apontados como agressores, aumentou cerca de 10%.

Em declarações ao Diário de Notícias, o subintendente da PSP Luís Elias, declarou que foram criados, em diversas esquadras, 142 gabinetes de apoio às vítimas para “criar um ambiente de maior intimidade e obter o máximo de informação sobre estes crimes”, lembrando ainda que “o primeiro momento de apresentação da denúncia é crucial para a investigação”.

quinta-feira, novembro 24, 2005

Carlos Sílvino em liberdade


Carlos Silvino, mais conhecido por “BiBi” sai hoje em liberdade a meia noite.
Após cumprir uma pena preventiva de três anos, (de acordo com o artigo 215, número 3, do Código de Processo Penal, três anos é o prazo máximo de prisão preventiva desde que se trate de casos de excepcional complexidade, devido nomeadamente ao número de arguidos), o principal arguido do processo da casa pia, acusado de 639 crimes entre os quais violação de jovens da Casa Pia de Lisboa e pratica de lenocínio (incitação a prática de prostituição), volta para o bairro de Santos, em Lisboa onde se encontrava a residir quando foi preso a 25 de Novembro de 2002.
A juíza Ana Peres decretou que Carlos Silvino não se poderá ausentar do país nem da sua área de residência. E ficará sujeito a apresentações periódicas junto das autoridades, garantidas pela PSP, a quem fica a cargo a segurança do mesmo.
Convém referir que o regresso de “Bibi” não é indiferente aos moradores, dividindo-se as opiniões, uns tendo-o como boa pessoa, estão ansiosos por revê-lo e abraça-lo, outros querem mata-lo; dizendo que “há receios do que o que aconteceu volte a acontecer com crianças do bairro".
Fontes:

quarta-feira, novembro 23, 2005

Barroso recebe avaliação negativa



Analistas e fontes comunitárias avaliaram de forma negativa o primeiro mandato de Durão Barroso na liderança da Comissão Europeia. Apesar do bom início evidenciado nas primeiras intervenções públicas o balanço acaba por ser pouco convincente.
Casos como o do candidato conservador italiano Buttiglioni, que quase levou o Parlamento Europeu (PE) a “chumbar” a lista apresentada pela Comissão, ou o destaque dado na impressa sobre as férias que passou no iate de um magnata grego, demonstraram a sua inexperiência como presidente e líder.
Barroso é acusado de falta de iniciativa e de acção nas questões mais sensíveis e dramáticas, nomeadamente sobre a Liberalização dos Serviços ou sobre as restrições à utilização de químicos tóxicos, dando a sensação de recuar por cobardia face a determinados assuntos. Barroso ganhou ainda a reputação de tecnocrata político, devido ao facto de raramente se opor aos governos dos 25, sendo também visto como um seguidor de ideias pouco europeias e de raiz britânica.
Apesar das críticas a situação poderá vir a mudar de forma positiva dado o compromisso estabelecido por Barroso, em nome da Comissão, para o estabelecimento de um acordo na Cimeira de Dezembro no que diz respeito às negociações orçamentais. Destacam-se outras situações como as negociações com a Turquia, o destino a ser dado à Constituição, ou as questões relacionadas com o uso industrial de químicos e a liberalização dos serviços, onde a tomada de posição de Barroso será fundamental para a futura avaliação do seu mandato.

terça-feira, novembro 22, 2005

Sharon demite-se do Likud e forma novo partido


Ariel Sharon, primeiro-ministro israelita, anunciou ontem, numa carta dirigida à direcção do partido, a sua demissão do Likud, partido de direita, e a consequente criação de um novo partido de centro-direita denominado Responsabilidade Nacional (Ahraiut Leumit). Face à decisão da maioria dos deputados, o presidente israelita Moshe Katsav aceitou o pedido de dissolução do Knesset (parlamento) e a convocação de eleições antecipadas.
Apesar de ter sido um dos fundadores do partido, em 1973, e de o ter liderado nos últimos seis anos, o pedido de demissão do primeiro-ministro tornou-se inevitável. “Permanecer no Likud significa perder tempo em conflitos políticos em vez de realizar acções para o bem do Estado. (…) O Likud, com o seu programa actual, não pode liderar Israel rumo aos seus objectivos nacionais”, disse Sharon.
Deste modo o novo partido tem como objectivos a criação de um “Governo estável, a prosperidade económica, a paz e a tranquilidade”. Sharon afirma ainda a necessidade do cumprimento do Roteiro para a Paz e a possível necessidade de desmantelamento dos colonatos na Cisjordânia. “Quando chegamos à fase final do Roteiro para a Paz, na qual fixaremos as fronteiras do Estado de Israel, poderemos supor que uma parte dos colonatos não poderá continuar no mesmo sítio”, disse. No entanto, Sharon adiantou não existir qualquer tipo de plano para esse desmantelamento.
Além do primeiro-ministro o partido da Responsabilidade Nacional conta ainda na sua formação com a presença de 11 dos 40 deputados do Likud, sendo que quatro deles são os ministros Ehud Olmert, das Finanças, Gideon Ezra, da Segurança Interna, Tzippi Livni, da Justiça e Meir Sheetrit, dos Tranportes. No entanto, segundo observadores existe a possibilidade do partido contar ainda com a presença de Shimon Peres, que perdeu recentemente a liderança do Partido Trabalhista para Amir Peretz.
A demissão de Sharon é vista pelo líder da frente pacifista israelita, Jahad-Mértez, e pelo pai da Iniciativa de Genebra, Yosi Beilin, como uma “verdadeira oportunidade” para a paz. “É uma verdadeira oportunidade para uma coligação encabeçada pelo campo pacifista, incluindo membros do Likud, que compreenderam que, ao cabo de 38 anos, defraudaram a nação e a eles mesmos”, disse Beilin à rádio pública israelita.
Em contrapartida Tommy Lapid, o líder do partido laico Shinui, vê a criação deste novo partido como um reforço do bloco centrista. Já o deputado Uzi Landau, radical do Likud, afirma que esta decisão “pode ser benéfica” pois “deixa o Likud com políticos honestos”.

Fontes:
Diário de Notícias
Jornal de Notícias
RTP

segunda-feira, novembro 21, 2005

Coldplay em Portugal


É já, no próximo dia dia 23, que os britânicos Coldplay regressam a Portugal para um concerto que já se encontra esgotado.
Depois de uma brilhante actuação na entrega dos prémios Mtv, onde arrecadaram o prémio de Melhor Canção com "Speed of Sound" acumulado com a distinção de Melhor Banda Britânica e Irlandesa; os britânicos Chris Martin (voz e piano), Jon Buckland (guitarra), Will Champion (bateria) e Guy Berryman (baixo), apresentam o sucessor de A rush of blood to the head (2002) e Parachutes (2000).

A "Twisted Logic tour 2005" é a digressão que arrancou em Hamburgo e traz na bagagem o album "X&Y" que já vendeu 8 milhões de cópias e chegou a nº1 de vendas em 27 países, entre os quais Portugal.

Registos melódicos repletos de simplicidade como: "Yellow", "Clocks" e "The scientist" serão certamente interpretados naquele que é um dos concertos mais esperados do ano.

Recorde-se que os Coldplay são um dos mais populares grupos da actualidade, apelidados por muitos de "novos U2".

Resta referir que a primeira parte do concerto, marcado para as 21h, ficará a cargo do duo britânico Goldfrap com três albuns de originais já editados desde 2000.

Fontes:
Pavilhão Atlântico
RFM

domingo, novembro 20, 2005

Apuramento garantido

Vitória, sofrida mas, vitória. É verdade foram 93m a sofrer mas, no final, valeu a pena.
Com um percurso de (fazer inveja) 11 vitórias e 1 empate em 12 jogos, Portugal garantiu, pela 3ªvez consecutiva, a sua presença na fase final do Campeonato da Europa, liderando o “ranking” europeu.
O início de jogo não foi nada favorável à jovem selecção portuguesa. De facto a formação orientada por Bernard Challandes dominou durante toda a 1ª parte impondo um ritmo de jogo impressionante e criando várias oportunidades. Portugal simplesmente não existia. Daí não ter sido surpresa quando aos 21m Degen, numa recarga, inaugurou o marcador, colocando a Suíça com um pé no Europeu. Antes do final da 1ª parte Callà poderia ter ampliado a vantagem, valeu-nos, no entanto, Bruno Vale.
A história parecia estar a repetir-se, mas o 2º tempo trazia a “bonança”. Com as entradas de Diogo Valente e Varela o rumo do jogo alterou-se por completo, Portugal passou a controlar face a uma nova Suíça,totalmente diferente daquela que tinha iniciado o jogo.
Aos 54m iniciou-se a reviravolta. O golo do empate nasceria de um cruzamento de Diogo Valente para a cabeça de Hugo Almeida, embora tivesse sido facilitado pela ausência de um defesa suíço a receber tratamento fora de campo.Sete minutos mais tarde surgiria o golo da vitória por Varela.
Portugal, tal como tinha acontecido na 1ªparte com a Suíça, poderia ter ampliado a contagem mas o jogo já não sofreria modificações, o apuramento estava garantido.
Para além da selecção portuguesa, estarão presentes no Campeonato da Europa de sub-21, a realizar-se de 25 de Maio a 6 de Junho de 2006, as selecções da França, da Itália, da Alemanha, Sérvia-Montenegro, da Dinamarca, da Holanda e da Ucrânia. O sorteio da fase final terá lugar a 8 de Fevereiro de 2006.
Portugal rivaliza, agora, com a Itália pela organização da prova. Caso sejamos escolhidos, a FPF tem a intenção de localizar o Campeonato, sobretudo, no Norte do País, em estádios como os de Braga, Guimarães, e Aveiro.
Por agora resta-nos esperar uma decisão favorável e uma fase final tão boa como a fase de apuramento.


Fontes:
O JOGO
Jornal de Notícias

sábado, novembro 19, 2005

Rainha da Pop condenada por plágio


O Tribunal de Urgência de Bruxelas condenou Madonna ao pagamento de uma multa no valor de 150 mil euros, por considerar que a música “Frozen” do álbum “Ray of light” é plágio da canção “Ma vie fout le camp” da autoria do belga Salvatore Acquavita. Este compositor trabalhou, aliás, para o grupo “Chocolate” no qual a cantora norte-americana dançou nos anos 70.
Segundo o juiz do Tribunal de Bruxelas, Madonna usou quatro compassos da música de Acquavita no seu êxito de 1998, “Frozen”, cuja venda e reprodução foi já proibida em território belga.
A artista pop, que actuou recentemente em Lisboa durante a cerimónia de entrega dos MTV Music Awards, ainda não fez qualquer comentário a respeito do sucedido.


Fonte: Jornal de Notícias

Benfica perde em Braga


O Sporting de Braga bateu hoje o Benfica por três bolas a duas, em mais um jogo da 11ª jornada da superliga.
Os bracarenses partiram com uma vantagem de dois pontos sobre o adversário, depois de ter sofrido a primeira derrota, no Funchal, frente ao Marítimo.
O Benfica apresentou-se com um “onze” motivado uma vez que pôde contar com os regressos de Quim e Simão Sabrosa .
Anderson inaugurou o marcador a favor do Benfica, pouco depois dos primeiros 20 minutos, mas a reviravoltra chegou no segundo tempo com os golos de Cesinha (68’) e Bevacqua (87’).
Nuno Gomes empatou a partida, já nos descontos (93’), com uma grande penalidade inexistente, fazendo prever que tudo terminaria num empate.
A equipa de Jesualdo Ferreira conseguiu finalmente bater o Benfica, após um terceiro golo assinalado também pelo argentino Bevacqua.
Contudo este jogo ficou ainda marcado pela polémica da arbitragem, tendo dado razões de queixa para os dois lados. Depois do segundo golo do Benfica ter nascido de uma grande penalidade inexistente, também o terceiro golo do Braga foi marcado em fora-de-jogo.


Fontes:
Lusa
Sic online

quinta-feira, novembro 17, 2005

Eleições em Israel antecipadas para Fevereiro-Março


Após o encontro de terça-feira o primeiro-ministro Ariel Sharon e o líder do Partido Trabalhista (Labour) Amir Peretz concordaram em realizar eleições antecipadas, que terão lugar numa data ainda a definir entre finais de Fevereiro e finais de Março, sendo muito provavelmente no dia 28 de Fevereiro.
Recorde-se que Amir Peretz, de 53 anos, foi recentemente eleito para a chefia do Partido Trabalhista, vencendo o Nobel da Paz Shimon Peres, de 83 anos, vice-primeiro-ministro do Governo liderado pelo Likud, partido de Ariel Sharon.
Em entrevista ao Yedioth Ahronoth, Sharon disse ter mudado de opinião quanto às eleições antecipadas após Peretz ter garantido o abandono do Partido Trabalhista da coligação governamental, levando à consequente queda do governo.
“No momento em que se tornou claro para mim que a estrutura política existente estava em queda, concluí que o melhor para o país seria ter eleições o mais brevemente possível”, disse Sharon ao jornal.
No seguimento deste encontro com Peretz e antes de fixar uma data para as eleições, Sharon pretende ainda consultar outros partidos.
Quando questionado sobre o caminho político que irá escolher, este recusou-se a revelar se permanece no Likud ou se cria um novo partido. No entanto, analistas políticos defendem a forte probabilidade do Likud reunir-se em volta de Sharon.
Entretanto, sondagens sobre a corrida à liderança do partido dão-lhe larga vantagem sobre o rival Netanyahu, opositor à retirada de Gaza.

Fontes:
Lusa
Ha’aretz
Reuters

França regressa à normalidade

Parece ter chegado ao fim a onda de violência urbana que, desde 27 de Outubro, tem vindo a assolar a França. As autoridades, consideraram que a noite passada foi “normal em toda a França”, sem registo de confrontos ou feridos apesar dos cerca de 98 veículos incendiados.
Os distúrbios que tiveram início nos subúrbios de Paris e rapidamente se alastraram a diversas cidades francesas, resultaram em milhares de viaturas incendiadas, assim como vários edifícios entre escolas e lojas. O senado francês aprovou mesmo a declaração de estado emergência que, apesar da diminuição dos confrontos se deve prolongar ainda por um período de 3 meses.

Fontes: Diário Digital

segunda-feira, novembro 14, 2005

Decisão no Bessa

A selecção nacional de sub-21 empatou,ontem, frente à Suíça (1-1) no jogo da 1ª mão do "play-off" de apuramento para o campeonato da Europa, adiando a decisão para o jogo no Bessa.
Embora o apoio do público presente nas bancadas do Estádio Hardturm,em Zurique, fosse maioritariamente português, isso não foi suficiente para que a equipa orientada por Agostinho Oliveira alcançasse a tão desejada vitória. Ainda assim, Portugal regressou a casa com um bom resultado bastando apenas um empate sem golos, na próxima quarta feira, para eliminar a Suíça, tal como referiu o técnico português em conferência de imprensa.
"Ainda a procissão ia no adro" quando logo aos 2 minutos Davide Chiumiento, aproveitando um erro do guardião português Bruno Vale, inaugurou o marcador. O golo português surgiu aos 17 minutos na sequência de uma falta e consequente livre directo cobrado de forma exemplar por Quaresma, ou não tivesse sido ele o melhor em campo.
Restabelecida a igualdade o domínio português foi notório mantendo-se até ao apito para o intervalo.
O segundo tempo iniciou-se com uma Suíça dominadora criando várias oportunidades de golo, não fosse a intervenção, agora segura, de Bruno Vale. A única oportunidade portuguesa, no segundo tempo, aconteceu aos 88 minutos por Hugo Almeida e poderia ter ditado a vitória portuguesa, mas o resultado mais justo já estava estabelecido e assim se iria manter até ao final do jogo.
Quanto aos restantes jogos a Alemanha venceu a República Checa por 2-0; a Hungria e a Itália empataram a uma bola, assim como a Inglaterra e a França; a Bélgica venceu a Ucrânia por 3-2 e a Rússia foi derrotada pela Dinamarca pela marca mínima (0-1). Quem praticamente garantiu a sua presença no Campeonato da Europa foi a Sérvia-Montenegro ao derrotar a Croácia por 3-1. O jogo, realizado ontem, que pôs frente a frente a equipa eslovena e a equipa holandesa acabou empatado a zero.
A 2ª mão começa a disputar-se já amanhã. Portugal só entra em campo para o jogo de todas as decisões, na próxima quarta-feira, dia 16, às 20h, no Estádio do Bessa,onde esperamos que a vitória nos sorria.

Fontes: O JOGO

sexta-feira, novembro 11, 2005

Caso Joana: mãe e tio da criança condenados


Chegou hoje ao fim o julgamento do Caso Joana, com o Tribunal de Portimão a condenar a mãe e o tio da criança a 20 e 19 anos de prisão, respectivamente.
O início deste caso remonta a Setembro de 2004 quando, Joana, uma criança de 8 anos residente em Figueira, Portimão foi dada como desaparecida. O comportamento estanho da mãe durante declarações prestadas no programa SIC 10 Horas, levantou as suspeitas da Polícia Judiciária quanto ao possível envolvimento de Leonor Cipriano no desaparecimento da filha. Na sequência das investigações levadas a cabo a mãe e o tio da menina acabaram por ser detidos preventivamente, acusados dos crimes de homicídio, profanação e ocultação de cadáver.
No final do julgamento, o colectivo, composto por três juízes e quatro jurados, acabou por considerar os arguidos culpados dos crimes de homicídio qualificado e ocultação de cadáver. Com base em provas apresentadas pela Polícia, o tribunal considerou que, embora não possa ser provado que João e Leonor Cipriano tivessem intenção de matar a criança, ambos os arguidos estavam conscientes dos seus actos quando agrediram Joana. O tribunal deu ainda como provado o esquartejamento do corpo da menina em três partes.
Os advogados de defesa João Grade e Sara Rosado, que durante as alegações finais pediram a absolvição dos arguidos, já anunciaram que irão recorrer da sentença.

Fontes: SIC Online

quarta-feira, novembro 09, 2005

MTV Lisboa

No passado dia 3 de Novembro Lisboa acolheu pela primeira vez a maior cerimónia da «indústria musical». Trata-se da 12ª edição de um evento à escala mundial, os Mtv Europe Music Awards. Cerimónia esta, transmitida pelo canal Mtv para todo o mundo e visionada por mil milhões de pessoas.
Foi no Pavilhão Atlântico que cerca de 18 mil pessoas assistiram à mais emblemática festa deste ano, na qual se centraram todas as atenções para receber uma estrondosa chuva de estrelas. Foram muitos os nomes sonantes da cerimónia de atribuição de prémios, tais como: Coldplay, Shakira, 50Cent, Pussycatt dolls, Black eyed peas, entre outros.
Gabriel Garcia Bernal, Luís Figo e Nuno Gomes foram alguns dos muitos famosos que também marcaram presença.
Com dez minutos de atraso (previsto o início para as 20h) começa o grande evento com a actuação imponente de Madonna, que mais uma vez fez juz ao título de rainha da pop; surgindo de uma bola de espelhos rodeada de bailarinos. Estava assim lançado o mote para a noite onde certamente poucos dos presentes pregaram olho.
Os grandes vencedores dos Mtv ao contrário do que seria de esperar foram os Green day, com dois prémios: melhor álbum com American Idiot e melhor artista rock.
As Sugarbabes apresentaram a categoria de melhor artista pop e o grupo Black Eyed Peas saiu vencedor.
Dos nomeados para a categoria de melhor artista Hip-Hop o vencedor foi: Snoop Dogg, que não estava presente, agradecendo através de uma mensagem gravada em vídeo.
A banda inglesa Gorillaz arrecadou o galardão de melhor grupo apresentando um invulgar espectáculo em forma de hologramas (imagens 3D) sendo este um dos momentos mais aguardados da noite.
Os System of a Down levaram para casa o prémio de melhor artista alternativo.
E Alicia keys (marcada pela ausência) é a vencedora do prémio: melhor artista R&B.
Já o melhor vídeo é entregue a dupla Chemical Brothers com “Believe”.
John Legend é incumbido de revelar a vencedora na categoria de melhor artista feminina: a colombiana Shakira.
Para além da música esteve também presente o espírito humanista no evento, quando inesperadamente Madonna sobe ao palco para entregar a Sir Bob Gelgod (autor do projecto Life Aid) a condecoração: Free Your Mind. Este prémio atribuído desde 1994 tem por base o reconhecimento na luta contra a intolerância, o preconceito e a injustiça.
Ainda a apimentar a grande noite esteve o irreverente apresentador Sacha Baron Cohen, criador do “Da Ali G Show”.
Robbie Williams é conhecido através das t.a.t.u., como o melhor artista masculino.
E Gael Garcia Bernal entrega a James Blunt o prémio de melhor artista revelação.
“Speed of Sound” do álbum X&Y dos Coldplay é proclamada como a melhor canção.
E como estamos em terras lusas, dos nomeados para Best Portuguess Act, foram os The Gift os grandes vencedores.
Assim terminou mais um Mtv Music Awards estando já decidido pelos organizadores qual será a próxima cidade europeia onde irá decorrer o próximo “show” mas claro, esta permanece ainda no segredo dos Deuses.
Fontes:

“Alice” nos Prémios de Cinema Europeu

Após o Prémio Regards Jeunes na Quinzena dos Realizadores do Festival de Cannes, o filme “Alice”, do realizador português Marco Martins, está nomeado para os Prémios de Cinema Europeu no âmbito de “Revelação 2005”.
De acordo com a lista de candidatos divulgada pela Academia Europeia de Cinema, além de Marco Martins estão ainda nomeados para o Prémio Fassbinder os filmes “4”, de Ilya Khrzhanovsky, “Anklaget”, de Jakob Thuesen, “Ono”, de Malgorzata Szumowska, “Quand la mer monte”, de Yolande Moreau e Gilles Porte, “Saimir”, de Francesco Munzi e “Uno, de Aksel Hennie.
Estreado no passado mês de Outubro, o filme “Alice” já foi visto por cerca de 30 mil espectadores e conta com Nuno Lopes e Beatriz Batarda nos papéis principais.
Quanto aos outros candidatos, o filme “Caché” de Michael Haneke, com 7 nomeações, lidera a corrida e inclui as principais categorias, como “melhor realizados” e “melhor filme”. Seguem-se “My Summer of Love”, de Pawel Pawlikowski, e “Um longo domingo de noivado”, de Jean-Pierre Jeunet, com quatro nomeações cada.
Relativamente aos melhores realizadores, além dos já citados Michael Haneke e Pawel Pawlikowski, encontram-se também nomeados Susanne Bier, “Bordre”, Álex de la Iglesia, “Crime Ferpecto”, Roberto Faenza, “Alla Luce del Sole” e Cristi Puiu, “Moartea Domnului Lazarescu”.
A 3 de Dezembro serão anunciados, em Berlim, os vencedores da 18ª edição dos Prémios de Cinema Europeu.

Fontes:
Diário de Notícias
Jornal de Notícias

domingo, novembro 06, 2005

Onda de violência atinge a capital francesa

Os números da onda de violência urbana que tem vindo a assolar a França, agravaram-se a noite passada com mais 1.295 veículos incendiados, 312 pessoas detidas e 15 polícias feridos.
Apesar do forte dispositivo de segurança montado, que contou com um reforço de 2300 polícias anti-motim e seis helicópteros com câmaras de filmar e equipamentos de visão nocturna, o certo é que ao décimo dia a violência atingiu o coração da capital francesa. Perante este cenário de aparente impotência das forças da autoridade em controlar a situação, a oposição francesa pediu já a demissão do ministro do interior, Nicolas Sarkozy. Este ministro tem sido, aliás, alvo de fortes críticas por parte dos manifestantes que o acusam de conceder poderes excessivos às forças policiais.
Relembre-se que estes confrontos tiveram início no passado dia 27 de Outubro depois de dois adolescentes, filhos de imigrantes que alegadamente fugiam da polícia, terem morrido electrocutados.

Fontes: Lusa
SIC, jornal das 13Horas, 6 de Novembro de 2005

sexta-feira, novembro 04, 2005

Uma viajem ao mundo da imprensa

Uma breve visita à Biblioteca Municipal de Braga, permitiu-nos viajar no tempo e analisar a evolução da imprensa até aos nossos dias.
Desde 1892 até ao ano de 1975, é visível a evolução não só ao nível estrutural dos jornais, como também à relevância dada aos acontecimentos.
Foi possível encontrar jornais regionais, apenas com 4 páginas, sem imagens, sem grandes títulos, onde eram misturados assuntos políticos com anúncios, ou literatura com publicidade, não havendo portanto secções destinadas a um tema específico. Estes jornais não eram diários, sendo publicados uma a duas vezes por semana.
A partir de 1950, e tomando como exemplo o “Diário de Notícias”, já é possível encontrar um jornal com 14 páginas, com algumas imagens a cores e, embora haja mistura de temas, começam a aparecer diferentes secções – desporto, política, necrologia, publicidade. A primeira página tem agora como função dar destaque aos assuntos das diferentes secções, que são posteriormente desenvolvidos no interior do jornal.
Actualmente, o “Jornal de Notícias”, é composto por cerca de 60 páginas e ainda por duas secções destacáveis: desporto e anúncios. Na primeira página, o assunto de maior destaque aparece ilustrado com uma fotografia em grande plano. São usados títulos a negrito e pequenas caixas que destacam assuntos das diferentes secções. Grande parte das noticias são ilustradas, embora na sua maioria a preto e branco. A publicidade assume grande importância, sendo mesmo uma fonte de rendimento; há páginas inteiras, meias páginas ou apenas rodapés destinados à publicidade. A edição de 2 revistas que acompanham o jornal ao sábado e ao Domingo, permitem ao leitor aprofundar temas da actualidade, encontrar conselhos de saúde, temas jurídicos, destinos de férias, entre outras novidades.